Em 99/00
Até 2002/03 o teatroàparte foi designado por Pó de Palco. Em 1999/2000, a encenação e formação do grupo estiveram a cargo de Rui Catarino, que estava muito ligado ao Teatro Universitário, tanto na sua vertente interpretativa como nas áreas técnica e de produção. Já com algumas incursões pelo Teatro profissional e seguindo uma carreira a ele ligada, Rui Catarino surge como uma boa aposta, tanto pelos conceitos de encenação inovadores que apresentou, como pelo know how que demonstrou em termos técnicos. “Crimes Exemplares” foi o quarto espetáculo que o Pó de Palco produziu. Esta obra de Max Aub relata uma série de crimes praticados por razões aparentemente banais, fazendo com que a sua adaptação ao teatro se tornasse num misto de cómico e trágico. O espetáculo foi apresentado na sala de Teatro do Clube Portugal Telecom no Lumiar, nos dias 6, 7 e 10 de maio de 2000, integrado no FesTA – Festival de Teatro Amador, promovido pela Junta de Freguesia do Lumiar. Foi a primeira vez que o grupo representou numa sala de teatro. A sala teve lotação esgotada todos os dias e as críticas do público foram excelentes.

 

teatroàparte / Grupo da Art Tel . 919 520 807 teatroàparte nos media E-mail . info@teatroaparte.pt

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

SIGA-NOS

CONTACTOS

BILHETEIRA
teatroàparte 2017 - todos os direitos reservados